E se a filha do Tony Carreira tivesse sido violada e assassinada por um preto?


O meu argumento já várias vezes apresentado neste espaço aplica-se no presente caso mutatis mutandis, para que consigamos conhecer com melhor precisão a natureza humana e para que consigamos conhecermo-nos melhor a nós próprios, à luz da psicologia evolutiva. Tal também nos ajuda a compreender porque motivo os movimentos de extrema-direita têm tanta aceitação e popularidade junto da plebe. Recomendo também o que escrevi em tempos sobre "A origem e o anacronismo do medo".

Fonte: PORDATAAPAV e jornal Expresso

3 comentários:

  1. E se a filha do Tony Carreira não tivesse um grunho como namorado ? Não podes culpar o punhal pela utilização que o assassino faz dele !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por que motivo achas então que muita gente está contra a utilização livre de armas de fogo nos EUA? Também dirias que "não podes culpar a pistola pela utilização que o assassino faz dela!"

      Eliminar
  2. E se o João Pimentel Ferreira fosse violado pelo Tony Carreira por não saber utilizar pronomes pessoais?

    ResponderEliminar