Daliana vai à fonte


Daliana vai à fonte
Vai esbelta e seduzível
Que seja virgem, ainda é crível!
Não há galã que a monte

Vai briosa no horizonte
Beleza indescritível
Dama casta e sensível
Um lobo vil vê-a defronte

Uiva de tamanha ventura
Fica a dama estarrecida
Demonstra o lobo uma doçura

Não teme a dama pela vida
Revela o lobo uma lisura
Foi Daliana convencida!




Aónio Eliphis

Sem comentários:

Publicar um comentário