O Poeta do Olimpo


O Poeta por Zita Madeira
Ouço os momentos do Saber
em que os homens me instigaram
Vénus, Afrodite provocaram
em Psique, em Eros o Prazer

Venha quem Zeus quiser
Pois os deuses emanaram
os espíritos que amaram
a literata e excelsa Mulher

Sou cristão monoteísta
Fui em tempos exogâmico
Escrevo os versos do fadista

que à mulher é espontâneo
Sou o amante altruísta
Poeta e Galã em simultâneo





Aónio Eliphis

Sem comentários:

Publicar um comentário